O ONTEM e o HOJE da farmácia independente

Muito se fala que não existia gestão na farmácia independente, na minha opinião gestão sempre existiu, o que mudou foi os dados, explico melhor abaixo.

Vejamos um comparativo, mas antes gostaria de informar que : *** AL = Aumento Lucratividade, e  *** DL = Diminuição Lucro:

 

TABELA DE PREÇOS

Ontem
– Com preços tabelados não existia necessidade de precificação, bastava dar desconto a seu mero entender *** AL

Hoje
– Não se utiliza mais a tabela de preços (PMC) do governo federal e sem um controle das despesas fica impossível ter uma precificação correta *** DL

 

IMPOSTOS

Ontem
– Existia uma sonegação grande por parte das independentes e isso garantia uma margem de lucro maior , sem necessidade de controles *** AL

Hoje
– A Substituição Tributária acabou com a sonegação e até a  casos que muitos pagam impostos Duplicidade *** DL

 

LEIS TRABALHISTAS

Ontem
– Farmacêutico assinava como responsável pela farmácia e cobrava valores baixo ***AL

Hoje
– Obrigatoriedade da permanência do farmacêutico e existência salario para o mesmo ***DL

 

CREDIÁRIO

Ontem
– A farmácia tinha lucratividade maior aonde conseguia manter sem muito controle e a perda não representava risco ***AL

Hoje
– Praticamente extinto o fiado na farmácia, onde se perdeu mais uma fonte de renda para os cartões *** DL

 

ESTOQUE

Ontem
– Com uma concorrência menor e a distribuição praticamente diária, a farmácia não se preocupava em ter um estoque eficiente e o cliente esperava ate dois,três dias para a chegada do remédio ***AL
Hoje
– Precisamos vender PBM e produtos da Farmácia Popular sem lucratividade para manter os clientes ativos na carteira e não perder para a concorrência ***DL

 

GENÉRICOS

Ontem
– A entrada do genérico foi sem duvida uma ganho para a população, industria e até para as farmácias, mas não podemos esquecer que perdemos um margem importante

Hoje
– O genérico representa mais de 30% das vendas nas drogarias

 

GRANDES REDES

Ontem
– As farmácias maiores se limitavam a ficar nos grandes centros e não interferiam no mercado das independentes *** AL

Hoje
– acredito que as grandes redes vão estar em cidades com ate 50.000 habitantes e trabalhando diretamente com genéricos e similares *** DL

 

NÃO MEDICAMENTOS

Ontem
– As farmácias independentes só vendiam medicamentos, vendia remédio para tratar doenças *** AL
Hoje
– As farmácias vendem saúde para isso possuem categorias não medicamentos, tornado-os cada vez maiores e representativas *** AL

 

IMAGEM

Ontem
– A imagem da farmácia era vinculada ao farmacêutico

hoje
– Fachada bonita, mix de produtos, marketing , preço baixo

Acredito que os dados acima pode ser revertido e as farmácias independentes possa manter a sua representatividade.

Rolar para o topo