A importância de conhecer os indicadores da sua empresa

Atualmente, para uma gestão profissional em qualquer tamanho de empresa é necessário conhecer os seus indicadores, não podemos ignorar nenhum número. Além de analisar precisamos também planejar, colocar metas e conferir os resultados de cada um.

Gostaria de comentar neste texto alguns exemplos básicos para ajudar a todos.

Ticket médio: Se você deseja fazer uma promoção em sua loja é obrigatório o conhecimento do ticket médio para que você consiga medir e aumentar o faturamento, possibilitando assim as famosas promoções como “Compre acima de R$ XX,XX e concorra a determinado premio”. Com esse conhecimento você pode aumentar suas vendas de 5 a 10%.

Número de pessoas: É muito comum verificarmos pelo sistema de gerenciamento da empresa quantas vendas foram feitas no dia, mês ou período. O que poucos analisam, mas que também é um número importante para o seu negócio é o número de pessoas que entrou na loja e não comprou, é um indicador difícil, porém importante para análises. Outra informação importante que posso citar nessa categoria: Quantos clientes novos temos por dia, assim verificamos se estamos criando novos clientes com nossas ações.

Capital de giro: Na minha opinião é o indicador mais importante dentro da empresa, sem ele não conseguimos executar nenhum projeto. Teremos um texto somente dedicado a este indicador.

Custo da mercadoria vendida (CMV): O CMV é muito importante para análise financeira e precificação correta de produtos.

Rotação de estoque e contas a receber: Dados necessários para identificar onde seu lucro pode estar indo você não enxerga.

Venda líquida: Precisamos saber quanto de descontos estamos dando ao nosso cliente.

Lucro bruto: Da venda líquida subtraímos nosso CMV e teremos nosso lucro bruto, assim comprando bem conseguimos melhores desempenhos.

Despesas variáveis:  Comissões e impostos, precisamos identificar a parte do governo.

Margem de contribuição: Após subtrair as despesas variáveis teremos a margem contribuição.

Despesas fixas: Indicador mais difícil de analisar, pois o comerciante mistura gastos particulares com a empresa. Necessita de uma análise profunda e demorada

Lucro operacional: Somente após todos os indicadores acima conseguiremos saber se a empresa teve lucro ou prejuízo.

Despesas e receitas não operacionais:  São gastos indiretos dentro da empresa ou pelos sócios.

Lucro líquido: Resultado final

Espero que todos tenham ou saiba os indicadores acima, o início de qualquer gestão passa basicamente por esses pontos. Temos vários outros, mas os mais importantes para iniciar são os citados acima.

Mão na massa e boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo